As Marias ... Bonitas, simples, fortes e com ações propositivas para a região

Publicado Quarta, 10 Abril 2019 13:05
Lilian Vianna: Motivada com a proposta do movimento no Vila da Serra, com foco nas ações propositivas Lilian Vianna: Motivada com a proposta do movimento no Vila da Serra, com foco nas ações propositivas

Movimento feminino une mulheres do Belvedere e Vila da Serra, resgata o espírito de solidariedade com ajuda à comunidade e projetos sociais, com determinação e sensibilidade.

Um movimento inquieto, colaborativo, vibrante, charmoso, apolítico e composto apenas por mulheres. Assim é o Marias Bonitas Belvedere-Vila da Serra (MBS), uma espécie de confraria feminina constituída por mais de 160 mulheres residentes na região. Trata-se de um projeto integrante e semelhante ao movimento iniciado no bairro de Lourdes, que deu origem ao Lourdes Brilha – uma iniciativa privada de moradoras e empreendedoras que queriam movimentar e iluminar o Natal do bairro. A forma como se dá o trabalho junto a este grupo social inclui refletir acerca da realidade no entorno, sair da zona de conforto e partir para ações propositivas e efetivas para soluções de problemas locais ou de cunho social. A todo momento, as Marias Bonitas estão construindo ou desconstruindo ideias e modos de pensar prontos para construir pensamentos novos, buscar respostas e uma compreensão maior em relação aos problemas sociais e a conjuntura local.

Clarissa Vaz

O Marias Bonitas começou em Lourdes. Clarissa Vaz, idealizadora do movimento, conta que atuando em um grupo de whastapp para tratar da segurança do bairro, criou um outro paralelo, de mulheres, para participar das ações. E pensando em agir diferente da Associação do Bairro de Lourdes, criou o Diva de Lourdes, onde a questão de ser diva ia além de um status e sim em busca de uma postura diante da vida. O grupo cresceu e passou a desenhar um perfil diferente da proposta inicial. Foi aí que nasceu a Marias Bonitas de Lourdes. “Usamos o nome mais como uma analogia à Maria Bonita do cangaço, que foi uma mulher diferente, forte. Mas, também como Nossa Senhora, a Maria, que traz o nome simples, é bonita e para que tivesse o coração junto com o pensamento. Fundado em 2017, ele conta com 170 mulheres e há um mês fui convidada pela empresária Érica Giorni para constituir esse grupo também no Belvedere”.
Para ela, o Marias Bonitas “é uma Maria ajudando a outra, resgatando o espirito de solidariedade que nossas mães tinham de levar uma xícara de açúcar para a amiga. E ajudar a comunidade e os projetos sociais. Estamos em um tempo que a mulher precisa ver na outra sua parceira, sua amiga e seu suporte. Não com o olhar de competição que ainda existe. É hora das mulheres se darem as mãos; é um grupo com esse espírito, de fazer a diferença”, relata Clarissa Vaz, que é Administradora de Empresas.

Fortes e unidas

Erica Giorni

Erica Giorni comenta que foi através do grupo que conheceu mulheres fortes e unidas em prol de boas ações a favor da comunidade. “Foram muitos encontros e projetos em que tive o privilégio de participar, entre eles o mais marcante foi o Lourdes Brilha. Conheci os feitos incríveis das MBS, entre eles o de se unirem para conseguir fazer a limpeza preventiva contra o foco da dengue na piscina do Estadual central. E foi por causa dessa ação, quando tivemos a notícia de um caso triste de falecimento no nosso bairro (Vila da Serra) que decidimos agir. Não bastava viralizar imagens e denúncias sem uma ação efetiva. Foi então que eu e Clarissa procuramos a unidade Vila da Serra, apresentamos à Lílian Vianna a proposta e criamos o Marias Bonitas ID Vila da Serra-Belvedere. Assim nasceu o grupo que a cada dia agrega mais mulheres e se fortalece mais”, explica Clarissa.

Para Lílian Vianna, ao receber as idealizadoras com as propostas do MBS logo se encantou e foi motivada a ser uma MBS. “No mesmo dia começamos a nos organizar e convidar as mulheres da região do Distrito de Inovação Vila da Serra e do Belvedere que tinham o perfil para o grupo. Hoje, menos de um mês depois, já somos 165 Marias Bonitas dispostas a fazer a diferença. Com o grupo ainda em formação já iniciamos alguns projetos como a campanha de Pascoa para a Creche Recanto do Menor e OSIC Amigos; formamos o Grupo Protegido das MBS junto à PM com o apoio da Tenente Camila; elaboramos um campanha de Educação no Trânsito junto à Guarda Municipal e a Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito  de Nova Lima que será lançada em maio; vamos assumir a divulgação da campanha de cadastro para doação de Medula agora no próximo mês; estamos discutindo as soluções para o trânsito da região e acompanhando a Guarda Municipal em testes no trânsito da Alameda do Morro; e vamos nos unir à campanha “O Futuro das Nossa Crianças não está nas Ruas” elaborada pela Associação de Amigos do Belvedere. A lista de ações é extensa”, explica Lílian Vianna que é uma das gestoras desse grupo.

Segundo ela, no dia a dia, “as MBS se apoiam, trocam informações de networking e cidadania. Somos solidárias e amigas. Queremos que nossa região prospere e seja cada dia melhor para vivermos com nossas famílias. Para isso, temos uma maneira diferenciada de lidar com os problemas. Entendemos que citar o que está errado apenas aumenta a polêmica sobre o assunto. Aqui a questão é exposta apenas uma vez e a partir daí a solução e a ação é que devem ter vez. Somos propositivas!”, informou.
Ao combinar força e beleza, o Marias Bonitas Belvedere-Vila da Serra, faria Lampião tremer de amor ao vir o engajamento feminino, através da energia poderosa dessas mulheres.

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!