Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Delicadeza da arquitetura urbana, as casinhas, os telhados, os canais, as ruelas floridas, os vinhedos nos arredores, fazem desta comuna de mais de 1.000 anos de idade, um dos lugares mais charmosos de toda a Europa.

Publicado em Turismo

A Festa, que começou no dia 7 e prossegue até 17 de junho recebe peregrinos de todo o Brasil em uma das maiores manifestações da religiosidade do interior mineiro

Publicado em Turismo
Segunda, 10 Junho 2019 19:51

Vila Galé Touros: no meio da natureza

Para quem está programando as férias de julho, a Ibiza Vila da Serra, está com uma indicação ótima: uma semana no Vila Galé Touros, localizado na paradisíaca praia de Touros, a 80 km de Natal, este resort all inclusive está perfeitamente inserido na natureza.

Publicado em Turismo

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

O sofrimento infringido à população serviu, mesmo, para fortalecê-la. Hoje, membro da União Europeia, que recebe bem o visitante e aposta no desenvolvimento do turismo.

Publicado em Turismo
Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Luxo, refinamento e ostentação. É a memória fotográfica do vale que margeia o Rio Loire e afluentes, paisagem da França renascentista e do Iluminismo.
Publicado em Turismo
Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Famosa por ser um dos principais pontos de peregrinação religiosa da Europa e capital da Galícia, a cidade de Santiago de Compostela fica no Noroeste da Espanha. Ela está a 100 Km da cidade espanhola Ourense e 115 Km ao norte da fronteira de Portugal, da cidade de Valença. A cidade é o ponto final do Caminho de Santiaqo, uma das mais conhecidas peregrinações cristãs do mundo. O Caminho de Santiago perde em tamanho e importância apenas para Roma e Jerusalém. A arquitetura da cidade é majestosa. O centro histórico, considerado um dos mais preservados da Europa, fervilha cultura. A multidão que visita o túmulo de Santiago Zdbedeu (o Apóstolo Tiago Maior) e assiste à Missa do Botafumeiro, de recepção aos peregrinos, envolve o centro histórico em uma mistura de etnias, estudantes e turistas harmonizando o misticismo católico com uma universalidade multicolorida e muitas histórias e experiências pelas ruas. A cidade foi fundada no século IX. Antigamente, na praça onde se encontra atualmente a Catedral de Santiago de Compostela, existia um povoado romano, que durou até o século V. Com a descoberta dos restos mortais do Apóstolo Tiago, por volta do ano 812, Compostela passou a atrair peregrinos. Roma estava em queda e a invasão mulçumana da Península Ibérica dificultava o acesso à Jerusalém. A imensa Praça de Obradoiro é um dos principais pontos turísticos da cidade. Lotada de visitantes, é um lugar simbólico de chegada. O peregrino, ali, sente o prazer do dever cumprido. Ao chegar, ele curte o merecido descanso, restaura o corpo, a alma, e admira toda aquela movimentação de pessoas compartilhando o mesmo espírito. Esta experiência reforça nele a fé e lhe traz o conforto do pertencimento. A Catedral com uma larga história de reformas, hoje, possui características barrocas de imensa beleza, bem ao estilo da Península Ibérica. Tanto o centro histórico, quanto o próprio Caminho de Santiago são considerados Patrimônios da Humanidade pela UNESCO. Quem vai a Santiago de Compostela não pode deixar de experimentar a famosa Torta de Santiago, feita de nozes. O doce é vendido em praticamente todos os locais da cidade. O preço varia com a proximidade ou não da Praça da Catedral. O mesmo acontece com os licores da região. Ambos deliciosos. A concha de vieira é uma espécie de símbolo do Caminho de Santiago, encontrada facilmente na cidade. Outro símbolo da cidade e do Caminho são os cajados, acessório indispensável ao peregrino. Principais percursos Quem faz o Caminho de Santiago recebe uma espécie de passaporte que deve ser carimbado pelo menos duas vezes ao dia pelas igrejas, alberques e restaurantes. Os peregrinos que percorrem pelo menos 100 km a pé ou a cavalo recebe um documento especial na Oficina do Peregrino da Catedral de Compostela. Este documento comprova o sentido religioso e espiritual do peregrino. Existem, pelo menos, dez percursos diferentes considerados o Caminho de Santiago. Mas, são quatro os percursos principais: o caminho francês, que entra na Espanha por Roncesvalles, no sopé dos Pirenéus, e de lá segue por cerca de 800 quilómetros até Compostela. O caminho Protuguês, a partir da Cidade de Porto, passando por Barcelos, Ponte de Lima e Valença. Este roteiro cruza bosques, fazendas pontes romanas antigas, aldeias e vilazinhas históricas. O caminho Inglês parte de Ferrol e se estende por aproximadamente 120 Km. E tem ainda o caminho da Prata com saída de Sevilha (Espanha), passando por Chaves e Ourense. Este é o mais longo deles e considerado o caminho primitivo. A melhor forma para quem sai do Brasil para conhecer Santiago de Compostela e via Portugal, a partir da Cidade de Porto. Para os menos fervosoros na fé ou mais preguiçosos, o caminho de carro é super agradável.
Publicado em Turismo
Órgão relata que os impactos atingiram toda a cadeira produtiva no turismo da cidade, o que representa 52 segmentos econômicos distintos, refletindo prejuízos em toda economia municipal, incluindo empreendimentos fora das áreas de risco. Os representantes do Conselho de Turismo de Nova Lima decidiram e aprovaram por unanimidade, em reunião realizada no último dia 7 de março, a moção que foi encaminhada à Vale S.A. onde relataram os últimos acontecimentos na região de Brumadinho, o acionamento do Plano de Emergência das barragens da Mina Mar Azul e de Vargem Grande e as consequências que essas ações geraram em relação aos impactos socioeconômicos e também ambientais em todo território municipal, em especial nas regiões de potencial turístico como São Sebastião das Águas Claras (Macacos), Honório Bicalho e Rio de Peixe. São regiões que tiveram o fechamento de bares e restaurantes, pousadas, pequenos produtores impactando empreendimentos turísticos e empregos diretos e indiretos. E, onde comunidades inteiras perderam sua fonte de sustento, moradia e mobilidade urbana comprometida. De acordo com os conselheiros, os impactos atingiram toda a cadeira produtiva do turismo, o que representa 52 segmentos econômicos distintos, refletindo prejuízos em toda economia municipal, incluindo empreendimentos fora das áreas de risco. Em razão disso, o Conselho determinou que seja mitigada urgentemente a situação através de 14 medidas propostas. São elas: descomissionamento das barragens em caráter de urgência; abertura da via do “Campo do Costa” definitivamente, sendo este o único acesso seguro ao arraial de Macacos, de forma pavimentada, sinalizada, iluminada, criando no local a ciclovia, belvederes, ligando o bairro Vale do Sol ao centro histórico do arraial de São Sebastião das Águas Claras (Macacos). Ressaltamos que se trata de rota de fuga; melhorias da “Alameda dos Jatobás”, no bairro Jardim Amanda, por ser rota de fuga; Construção de ponte sobre o Córrego Marumbé para melhoria do fluxo de trânsito e acesso à Cachoeira e também ao bairro Capela Velha.; execução das obras de implantação das alças viárias de Macacos já projetadas e aprovadas pelo poder público; execução do projeto de revitalização do centro histórico do arraial como também a restauração da Capela de São Sebastião das Águas Claras; revitalização do espaço da “Feira dos Produtores Locais”, com banheiros de alvenaria, cobertura sustentável e espaço Kids. Recuperação da imagem Também propuseram a elaboração, implantação e execução de plano de Marketing para recuperação da imagem dos distritos afetados; recomposição econômica de todos os comerciantes que exercem suas atividades no arraial, em caráter emergencial, com aporte financeiro que deverá perdurar até a suspensão total dos riscos existentes, acerca das barragens que circundam a região; desenvolvimento do ecoturismo, tendo como referência Decreto Municipal nº 6.773, de 18 de fevereiro de 2016, que “cria o projeto Trilhas e determina o tombamento provisório dos caminhos e trilhas existentes no município de Nova Lima que possuem uso tradicional para o ciclismo e atividades de ecoturismo” e Decreto Municipal nº 5.320, de 05 de junho de 2013, tornando o Morro do Pires, Morro do Elefante, Serra da Calçada e Serra do Souza como monumentos naturais de conservação; Plano de capacitação para as comunidades impactadas com cursos de qualificação profissional, atendendo ao segmento da cadeia produtiva do turismo; implantação de espaço para receptivo turístico, como fomento ao turismo local e possibilidade de empregabilidade; investimento no Fundo Municipal de Turismo, que será gerido pelo Conselho Municipal de Turismo e Poder Público. Para o representante da Associação Comunitária de Macacos no Conselho, Raul Franco, a retomada das atividades e do comércio do lugarejo passa pela reestruturação de um legado, criando um novo cenário de fomento local, do que de indenizações apenas. Para ele, é necessário que se crie um selo de qualidade para se minerar em Nova Lima, onde empresas devem seguir um padrão e que episódios como o de Mariana e Brumadinho não venham acontecer na cidade. “Antes de se obter um atestado da segurança no lugarejo, não há o que fazer. Dessa vez, todos foram atingidos; alguns em seus negócios e outros por questões psicológicas. Mães não confiam em deixar seus filhos irem à escola com receio de algo possa acontecer. Ou seja, impactou todo o lugarejo”, destacou. Com a palavra, a empresa Vale.
Publicado em Turismo
Segunda, 25 Fevereiro 2019 14:38

Croácia, tesouro escondido no Leste Europeu

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

A Croácia, na região dos Balcãs, não é um destino habitual para nós brasileiros.

Publicado em Turismo
Segunda, 11 Fevereiro 2019 18:51

Marrakech, a cidade vermelha

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Uma das três cidades marroquinas com o maior acervo cultural do país, ao lado de Fez e Méknes, Marrakech surpreende o visitante pelas cores de sua cultura e pela exótica tradição mulçumana.

Publicado em Turismo

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Casablanca, em Marrocos, uma das cidades mais cosmopolitas do país, ficou conhecida no mundo depois do clássico filme “Casablanca”, lançado em Hollywood em 1942.

Publicado em Turismo
Página 1 de 4

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!