Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Luxo, refinamento e ostentação. É a memória fotográfica do vale que margeia o Rio Loire e afluentes, paisagem da França renascentista e do Iluminismo.
Publicado Quinta, 09 Mai 2019 18:36

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Se pessoas privilegiadas, que podem escolher o lugar onde morar no mundo, como Charles Chaplin, Feddie Mercury e outros, optaram por morar na pacata cidade de Montreux, então, valer a pena conhecer este lugar.

Publicado Quinta, 25 Abril 2019 17:28

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Sabe aquela cidadezinha que parece ter sido desenhada para ilustrar cartão de Natal? Assim é Gruyères, uma vilazinha medieval, com apenas uma rua e cerca de 100 habitantes, no Cantão Friburgo, da Suíça.

Publicado Quarta, 10 Abril 2019 13:24

Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Pequena cidade medieval, a antiga capital da Provence, harmoniza sua história com a vibração da juventude, por ser hoje um polo universitário importante no Sul da França.

Publicado Quarta, 27 Março 2019 12:48
Paulo Queiroga / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. Famosa por ser um dos principais pontos de peregrinação religiosa da Europa e capital da Galícia, a cidade de Santiago de Compostela fica no Noroeste da Espanha. Ela está a 100 Km da cidade espanhola Ourense e 115 Km ao norte da fronteira de Portugal, da cidade de Valença. A cidade é o ponto final do Caminho de Santiaqo, uma das mais conhecidas peregrinações cristãs do mundo. O Caminho de Santiago perde em tamanho e importância apenas para Roma e Jerusalém. A arquitetura da cidade é majestosa. O centro histórico, considerado um dos mais preservados da Europa, fervilha cultura. A multidão que visita o túmulo de Santiago Zdbedeu (o Apóstolo Tiago Maior) e assiste à Missa do Botafumeiro, de recepção aos peregrinos, envolve o centro histórico em uma mistura de etnias, estudantes e turistas harmonizando o misticismo católico com uma universalidade multicolorida e muitas histórias e experiências pelas ruas. A cidade foi fundada no século IX. Antigamente, na praça onde se encontra atualmente a Catedral de Santiago de Compostela, existia um povoado romano, que durou até o século V. Com a descoberta dos restos mortais do Apóstolo Tiago, por volta do ano 812, Compostela passou a atrair peregrinos. Roma estava em queda e a invasão mulçumana da Península Ibérica dificultava o acesso à Jerusalém. A imensa Praça de Obradoiro é um dos principais pontos turísticos da cidade. Lotada de visitantes, é um lugar simbólico de chegada. O peregrino, ali, sente o prazer do dever cumprido. Ao chegar, ele curte o merecido descanso, restaura o corpo, a alma, e admira toda aquela movimentação de pessoas compartilhando o mesmo espírito. Esta experiência reforça nele a fé e lhe traz o conforto do pertencimento. A Catedral com uma larga história de reformas, hoje, possui características barrocas de imensa beleza, bem ao estilo da Península Ibérica. Tanto o centro histórico, quanto o próprio Caminho de Santiago são considerados Patrimônios da Humanidade pela UNESCO. Quem vai a Santiago de Compostela não pode deixar de experimentar a famosa Torta de Santiago, feita de nozes. O doce é vendido em praticamente todos os locais da cidade. O preço varia com a proximidade ou não da Praça da Catedral. O mesmo acontece com os licores da região. Ambos deliciosos. A concha de vieira é uma espécie de símbolo do Caminho de Santiago, encontrada facilmente na cidade. Outro símbolo da cidade e do Caminho são os cajados, acessório indispensável ao peregrino. Principais percursos Quem faz o Caminho de Santiago recebe uma espécie de passaporte que deve ser carimbado pelo menos duas vezes ao dia pelas igrejas, alberques e restaurantes. Os peregrinos que percorrem pelo menos 100 km a pé ou a cavalo recebe um documento especial na Oficina do Peregrino da Catedral de Compostela. Este documento comprova o sentido religioso e espiritual do peregrino. Existem, pelo menos, dez percursos diferentes considerados o Caminho de Santiago. Mas, são quatro os percursos principais: o caminho francês, que entra na Espanha por Roncesvalles, no sopé dos Pirenéus, e de lá segue por cerca de 800 quilómetros até Compostela. O caminho Protuguês, a partir da Cidade de Porto, passando por Barcelos, Ponte de Lima e Valença. Este roteiro cruza bosques, fazendas pontes romanas antigas, aldeias e vilazinhas históricas. O caminho Inglês parte de Ferrol e se estende por aproximadamente 120 Km. E tem ainda o caminho da Prata com saída de Sevilha (Espanha), passando por Chaves e Ourense. Este é o mais longo deles e considerado o caminho primitivo. A melhor forma para quem sai do Brasil para conhecer Santiago de Compostela e via Portugal, a partir da Cidade de Porto. Para os menos fervosoros na fé ou mais preguiçosos, o caminho de carro é super agradável.
Publicado Terça, 12 Março 2019 19:30
Página 1 de 7

Um jornal moderno, com a credibilidade e a leveza no jeito diferente de informar. Notícias, cultura, gastronomia, negócios, eventos e muito mais sobre um dos bairros mais charmosos de BH.

31 3264.0211 | 3286.1181

Edição Digital

Inscreva-se e receba o Jornal Belvedere em formato PDF.

Não mandaremos Spam!